Israel volta a atacar o Líbano

Julho 21, 2006

Israel voltou a atacar o Líbano no último dia 11 de Julho. O estopim para o ataque, que agora já está sendo abertamente denominado pela imprensa israelense de guerra, foi o sequestro de dois soldados israelenses pelo grupo terrorista libânes Hezzbollah.

Aviso de antemão que não irei fazer um artigo expondo minha visão sobre os conflitos no Oriente Médio.
Apenas exporei minha opinião de forma mais curta e objetiva possível:

– Israel age como um estado terrorista não apenas no evento atual, mas desde sua fundação em 1948, representando a implementação do projeto sionista.
– Não concordo de forma alguma com o método utilizado pelos terroristas islâmicos, seja contra Israel, seja contra os Estados Unidos: o terrorismo. Não obstante, concordo integralmente com as causas que levaram seus adeptos a este ato extremo.
– Faltam-me palavras para descrever a atuação histórica dos EUA, aliado histórico de Israel, no Oriente Médio, visto que a reprovo e condeno enfaticamente.
– O Estados Unicos é um estado terrorista. Afirmo isto não apenas baseado na sua atuação no oriente médio mas em outras partes do mundo(América Latina, Ásia…)
Exposta minha opinião, posto um trecho de um artigo de um jornalista inglês chamado Robert Fisk:

Terrorista, terrorista, terrorista. Há algo perverso em tudo isso, a matança e a destruição em massa e o uso canceroso e hipócrita da palavra “terrorista”. Não, não esqueçamos que o Hezbollah violou o direito internacional, cruzou a fronteira de Israel, matou três soldados e capturou outros dois. Foi um ato de calculada crueldade que o líder do Hezbollah, Hassan Nasrallah, jamais deveria permitir. Mas o que ocorreria se o impotente governo libanês tivesse lançado ataques aéreos contra Israel na última vez que as tropas deste país invadiram o Líbano? E se a força aérea libanesa tivesse matado 73 civis israelenses em ataques com bombas em Tel Aviv e Jerusalém? E se um caça libanês tivesse bombardeado o aeroporto Ben Gurión? E se um avião libanês tivesse destruído 26 pontes em Israel? Isso não seria chamado de terrorismo?

Fonte: http://cartamaior.uol.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=11713
Site de Fisk: http://www.robert-fisk.com/

Até a próxima.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: